segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Pintamos um desenho do Mickey. Super empolgada com a atividade, ela quis continuar a brincadeira:

- Eu: Olha só o que eu vou desenhar agora Mari: um coração!

E ela, quando se deu conta de qual era o desenho da vez, pôs a mão no peito e disse...

- Ela: tum-tum, tum-tum, tum-tum, tum-tum...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Brincando de esconde esconde

- Mari, vai se esconder, filha! 
E lá vai ela toda empolgada...
- To te procurando, heim? A Mariana está aqui?
E sem conseguir se conter ela mesma se denuncia:
Nãããuuummm

Meu bebê virou mocinha!

Gente! Cadê a cara de bebê da minha menina? Sumiu! E por incrível que pareça, apesar de dar uma saudaaaade de quando ela era pequenininha, estou curtindo de monte esse estilo "gente grande". Ela brinca de esconde esconde, viaja sozinha com a escola e chama os amiguinhos da classe pelo nome. Come tudo o que a gente come, não quer mais andar no carrinho (e nem no colo) e adora passear de mãos dadas entre o papai e a mamãe. A hora do banho também está cada vez mais gostosa. Já ajuda a tirar a roupa, toma banho em pé e esfrega "daquele jeito" o shampoo no cabelo. E, como (quase) toda menina, ela adoooora um secador e, é claro, é apaixonada por receber elogios. Tô adorando isso! 

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sem banho e sem janta. Humpft!

Vou começar este post pela notícia boa: a Mari "passou de ano na escola" e não faz mais parte da turminha dos bebês. Agora ela é da turma "laranja", composta por crianças mais mocinhas, na faixa de 1 a 2,5 anos, que já andam.

Só há dois complicadores que acompanham a boa nova: a partir de agora, a escolinha não dará mais o banho do dia e muito menos a janta pra ela.

Já imaginaram ter que buscá-la até 18h30 e só conseguir chegar em casa por volta das 20h30, 21h00 por causa do trânsito?? É, acho que está na hora de morar mais perto... E enquanto isso não acontece a solução será incrementar o kit de sobrevivência na selva que temos no carro pra segurar a fome da garota.